Resenha Crítica de Filme: Passageiros

Robert Pattinson? Taylor Lautner? Brad Pitt? Que nada, são todos uns feiosos perto do desconhecido, mas encantador Patrick Wilson. Matt Damon, você perdeu seu posto de mais bonito de Hollywood pra mim. Mas tudo bem, não estou aqui para avaliar características físicas de ninguém, mas sim a produção Passageiros, de 2008, protagonizado por Anne Hathaway e o já mencionado Patrick.


Anne interpreta a terapeuta Claire Summers, que trata de passageiros sobreviventes de um desastre aéreo. Depois de algumas investigações, começa a desconfiar que o acidente, na verdade, não foi bem um acidente, mas sim uma armação da companhia aérea. Além desse mistério, que a terapeuta quer desvendar, ainda há mais um probleminha, ela comete deslizes éticos quando se envolve afetivamente com um de seus pacientes.

Considerando o fato de o filme não ter feito nenhum sucesso, não ter grandes efeitos, e que os atores, com exceção de Anne, são bem desconhecidos, eu até poderia dizer que foi uma produção de segunda, bem xexelenta. Mas não poderia ser tão hipócrita assim com minhas avaliações. O filme não é muito original, e é até meio monótono inicialmente, embora eu não tenha sentido vontade de parar de ver em nenenhum momento, mas é empolgante, e tem um final muito bem planejado e executado. Uma ótima produção, apesar das horrendas críticas dirigidas a ele.

Minha nota: 8,0

Comente com o Facebook:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...