Resenha Crítica de Livro: A Escrava Isaura e o Vampiro

Mês de outubro foi a estreia do Clube do Livro aqui de Tubarão, idealizado pelas grandes Karen Novochdlo e Kellen Baesso. Fantástico porque, além de encontrar antigos amigos, conhecer novos e bater um papinho para descontrair, temos uma ótima desculpa para sustentar o vício da leitura e o da compra de livros. O problema é quando o livro é chato, como foi o caso do primeiro A Escrava Isaura e o Vampiro, comédia de Jovane Nunes.


Comentei com uma das integrantes do clube que eu estava receosa de ser sincera e dizer o que eu realmente havia achado do livro, porque acreditava que minha opinião não se assemelharia à dos outros, e eu pareceria ridícula. Mas ao longo da conversa, percebemos que o livro não agradou muito o povo todo mesmo.

Mas antes de citar os podres, prefiro listar os poucos pontos positivos da obra. O autor conseguiu me atrair um pouco pelas críticas satirizadas aos problemas do Brasil. Conseguiu me fazer achar um pouco de graça nos problemas políticos e sociais do nosso país. Alguns trechos também foram bem bolados e até me arrancaram pequenos risos. Acho que pontos positivos se limitam a isso.

Então, o que dizer sobre o que me desagradou na história? Primeiro, comédia por si só não é meu estilo literário e cinematográfico preferido, mas ainda assim, existem algumas que são aproveitáveis. Não é o caso desta em questão, apesar de, como falei anteriormente, alguns trechos serem exceções. Mas de um modo geral, a obra perece aquelas comédias americanas forçadas, como por exemplo Todo Mundo em Pânico, ou ainda, um exemplo nacional mesmo, Zorra Total, quem sabe por ser o autor roteirista de alguns dos quadros do programa. As piadas do livro são cheias de clichês, forçadas e sem a menor criatividade. Há apelação sexual demais e tudo fora do contexto. E o pior, não consegui contar quantos erros gramaticais havia na obra. Achei incrível erros tão gritantes terem passado despercebidos pelos revisores. Vou tentar vender o livro em algum sebo. Embora minha crítica esteja denegrindo tanto a imagem da obra que dificilmente eu vá conseguir passá-la para a frente... hehehehe

Minha Nota: 4,0

Comente com o Facebook:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...