Resenha Crítica de Filme: Anjos da Vida - Mais Bravos que o Mar

Fiquei por um bom tempo relutante em assistir ao filme Anjos da Vida: Mais Bravos que o Mar, pois leiga sobre o enredo, acreditei que fosse algo do tipo Mar em Fúria. Com receio de que fosse me decepcionar, deixei pra lá, e nem procurei por informações, até que, depois de ver o comercial de reproduções seguidas do filme, uma vez em TV aberta e várias em TV fechada, resolvi matar minha curiosidade de vez, e assistir a essa produção, que é bem antiga já.

Sinopse: o experiente e reconhecido nadador de resgate, Ben Randall (Kevin Costner) vivencia, juntamente com sua equipe, um grave acidente durante uma de suas operações, e acaba sendo o único sobrevivente. Na tentativa de fazê-lo esquecer esse trauma, seus superiores o levam para ser o instrutor no programa de treinamento de novos nadadores de resgate. Lá, Randall conhece o jovem e arrogante (e lindo) Jake Fisher, interpretado por Ashton Kutcher, com quem se desentende, já que o rapaz acredita ser imbatível e insubstituível por ser um grande campeão de natação. No entanto, Randall vê em Fisher mais do que prepotência, mas um grande potencial, e com determinação procura moldar o caráter do rapaz e torná-lo um grande resgatador. E é em alto mar, quando Fisher sai em sua primeira missão, que ele põe à prova sua força de vontade em fazer de tudo para salvar uma vida. Será que isso inclui dar sua própria vida se necessário?

Crítica: Não sou, assim, uma grande fã de Kevin Costner. Mas tenho que admitir que ele conquistou minha simpatia nesse filme. Em relação a Ashton Kutcher, só posso dizer que foi uma de suas melhores interpretações. Sempre gostei dele, já que encara muito bem todo tipo de papel. Adoro suas interpretações engraçadas e românticas em comédias românticas, bem como sua encarnação séria em filmes como Efeito Borboleta. Agora sobre o filme, tenho que admitir que meu preconceito foi para o ralo, porque sem dúvida, é bem diferente de Mar em Fúria. E no meu ponto de vista isso é um grande elogio. Mas não quero fazer comparações. Anjos da Vida tem elementos essenciais para garantir que o espectador fique atento do início ao fim, emocione-se e se surpreenda. Ah! E se derreta com uma pitada de romance.

Minha Nota: 9,0

Não encontrei o trailer legendado do filme, mas achei o filme completo para quem quiser acompanhar

Comente com o Facebook:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...