Resenha Crítica de Cinema: Corajosos

Há mais de dois anos, quando assisti pela primeira vez à história de Caleb Holt e sua incrível tentativa de salvar seu casamento, no filme baseado no livro homônimo À Prova de Fogo, fiquei bastante curiosa para conhecer a mente brilhante que havia conseguido produzir um filme evangélico, e conquistar fãs não necessariamente cristãos. Na minha mera e insignificante opinião, tal feito é uma grande conquista, já que, não sei porque motivo, geralmente os cinéfilos não gostam de misturar cinema com religiosidade, ou muitos dos que gostam estão escondidos por aí, como eu =). De qualquer modo, essa mistura, À Prova de Fogo, foi fascinante, tanto quanto outra produção dos irmãos Kendrick, intitulada Corajosos.

Resenha Crítica de Livro: Terra de Sombras (Série Os Imortais)

Estava analisando as datas em que os livros da série Os Imortais, de Alyson Noël, foram publicados e percebi que os seis volumes tiveram lançamento em 2010 (os três primeiros) e 2011 (os três últimos), o que, presumo, tenha feito a autora se desdobrar em duas para conseguir não sucumbir (exagerada) à pressão e escrever toda a história, deixando todo o romance de Damen e Ever apresentável à editora e ao público. Sou um pouco contra pressões, especialmente quando envolve a criatividade, porque quando elas ocorrem, a obra de arte quase sempre acaba apresentando falhas que saltam aos olhos do público. Claro que estou tendo um visão subjetiva. Não é só porque seja difícil para mim escrever três livros em um ano, que também o será para outras pessoas. Enfim... Vamos à sinopse de Terra de Sombras, o terceiro livro da série. Veja os posts sobre os volumes anteriores: Para Sempre e Lua Azul.

Resenha Crítica de Cinema: A Invenção de Hugo Cabret

Apesar de Martin Scorsese ser um dos grandes queridinhos de Hollywood, eu não sou assim tão fã desse diretor de mão cheia, à frente de 29 filmes. No entanto, há dois filmes dele que me conquistaram bastante, um deles A Ilha do Medo, está entre meus filmes de suspense favoritos, o que é um grande fato, se levar em consideração que eu não sou tão fã de suspense. Mas a produção bastante peculiar de Scorsese, e que rendeu 11 indicações ao Oscar de 2012 foi A Invenção de Hugo Cabret, uma mistura de drama, romance e aventura.

O que é e como ser mais resiliente?

Sempre que me deparo com algum problema, fico me lamentando por que não sou forte o suficiente para encará-lo com firmeza e coragem. Lembro-me de ser assim, desde a infância, quando achava que era mais fácil fugir dos problemas do que enfrentá-los. E realmente é mais fácil, o que não significa ser a melhor saída. Na verdade, eu nunca fui muito boa em me recuperar das "pauladas" da vida. Sempre fiquei meio que me lamentando e me deprimindo, e por isso, acabei me fechando para determinadas situações.

No entanto, de repente, como se uma resposta para minhas dúvidas estivesse surgindo do nada, deparei-me com uma palavra extremamente chamativa e de forma inesperada. Essa palavra é resiliência, que, confesso, nunca tinha me chamado a atenção. Mas quando ela pulou aos meus olhos duas vezes, uma por intermédio de uma amiga, e a segunda, por intermédio de um artigo encontrado n'A Liahona, acabei pensando: "hei, quem sabe eu precise realmente aprender sobre isso".

O que significa

A palavra resiliência significa voltar à forma original. No dicionário, um dos conceitos é "poder de recuperação". Ou seja, ser uma pessoa resiliente quer dizer que, por mais difíceis que sejam os problemas, ela vai conseguir se recuperar e continuar firme e forte. E para ser uma pessoa resiliente, é necessário um árduo e persistente exercício. E a forma mais eficiente de se exercitar é, como em tudo, a repetição.

O artigo em questão orienta os pais a ajudarem seus filhos a se tornarem resilientes. Um dos trechos que me chamaram a atenção foi esse: "Ao se tornarem resilientes, os filhos compreendem e aceitam esses dois fatos. Veem a vida como desafiadora e em constante transformação, mas acreditam que podem lidar com esses desafios e essas mudanças. Encaram os erros e fraquezas como oportunidades para aprender e aceitam o fato de que a derrota pode preceder a vitória".

Agora, compreendendo que todos nós temos o poder da resiliência, quem sabe seja mais fácil enfrentar os problemas acreditando que depois poderemos encontrar o jeito certo de voltar à "forma original". Não deixe de ler o artigo completo. É uma lição para ensinar aos filhos, mas certamente você também vai aprender um bocado.

Resenha Crítica de Livro: Lua Azul (Série Os Imortais)

Depois de muito tempo sumida, estou dando, aos poucos, como você já deve ter percebido, o ar sem graça da minha presença. Como já disse anteriormente, estou preparando uma novidade, e agora que meu bebê já está maiorzinho, acho que conseguirei colocá-la em prática. Não é tão novidade para muita gente que já é profissional, mas pra mim, sim. É um adendo aos meus temas do blog. Espero que dê certo e que vocês gostem. Hoje, vou dar continuidade à minha avaliação da série Os Imortais. Confira minha avaliação do primeiro livro, Para Sempre. E agora quero explanar minha opinião sobre o segundo, Lua Azul.

Resenha Crítica de Filme: Anjos da Vida - Mais Bravos que o Mar

Fiquei por um bom tempo relutante em assistir ao filme Anjos da Vida: Mais Bravos que o Mar, pois leiga sobre o enredo, acreditei que fosse algo do tipo Mar em Fúria. Com receio de que fosse me decepcionar, deixei pra lá, e nem procurei por informações, até que, depois de ver o comercial de reproduções seguidas do filme, uma vez em TV aberta e várias em TV fechada, resolvi matar minha curiosidade de vez, e assistir a essa produção, que é bem antiga já.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...