O que tem a ver a cor do cabelo?

Existe guerra de tudo, não é mesmo? Existe guerra entre países, guerra religiosa, guerra política, guerra dos sexos e uma das mais absurdas das guerras: a guerra dos cabelos. Quê? É verdade, a sociedade e, em especial, a mídia criaram um estereótipo tão apurado em relação à cor do cabelo que é de dar nos nervos. Veja os filmes por exemplo. A loira e a morena estão sempre competindo. Nos filmes infantis ou de adolescente mesmo sempre existe uma competição acirrada do bem contra o mal geralmente representada por um loira e uma morena. Daí varia, mas geralmente nos desenhos, as morenas são as feiosas, astutas e maldosas; e as loiras são as inocentes, lindas e bondosas. Nos filmes, geralmente a figura do bem é representada por uma morena inteligente e discretamente bonita, e as maldosas são as loiras burrinhas e patricinhas. Fico tão irritada com tais clichês que sempre que vejo um filme desses me pergunto: que relação a cor do cabelo tem com o caráter da pessoa? Se alguém souber, por favor me explique. Conheço mulheres de todo o tipo de caráter e não consigo relacioná-lo de jeito nenhum à cor do cabelo. As ruivas são menos instigadas a essa competição, sorte delas. Então, vamos parar com isso, por favor! Sou como mãe de um monte de adolescentes, tanto loiras como morenas, e vejo que essa disputa está ficando cada vez mais tão encorajada, começando, claro, pela mídia, que eu vejo um monte de meninas crescer com complexos ridículos e infundados. Chega né? Repito pela milésima vez aqui no blog: chega de comparações e competições. Todas as pessoas têm sua beleza, seus talentos e suas ricas peculiaridades. Vamos gastar tempo com coisas mais construtivas ao invés de passá-lo guerreando para ser mais bonita, mais inteligente, mais sei lá o que dos que os outros. Muitos pensam que competir obsessivamente vai trazer sucesso ou vai levar ao topo de tudo. Grande equívoco!

Comente com o Facebook:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...