Será que existe mesmo um Edward Cullen?

Coloquei esse título pra chamar a atenção das garotas viciadinhas na saga Crepúsculo, as quais, tenho certeza, estão encantadas com o vampirinho Edward Cullen. E também não fiz a pergunta no sentido literal. É óbvio que o próprio Edward Cullen não existe nem em outro mundo.

O caso é que demorei para ler os livros. Para ser mais exata, só li os dois primeiros, Crepúsculo e Lua Nova, mas por fim li, e li rápido. Quando assisti ao filme, em agosto do ano passado, não entendi por que Edward tinha atingido tantos corações. Afinal, Robert Pattinson nem está tão bonito na trama, e nem tããão romântico assim. Achei ele bem mais gracioso em Harry Potter e o Cálice de fogo, quando fez o Cedrico. Mas no livro, ele é o namorado mais carinhoso, protetor e conquistador do mundo. Claro que vampiros não existem, pelo menos eu acho que não... hehehehe... Entretanto, creio que existam homens parecidos. Sem me gabar, tenho um todos os dias almoçando comigo. Ufa!

Bom, tarde ou não para comentar, acho que vale uma postagem aqui. Os livros são maravilhosos. Stephanie Meyer foi feliz com a escolha de ser escritora. A mulher sabe prender um leitor. Ah, se um dia eu chegar aos pés, não não, às unhas dos pés dela como escritora. Antes de mais nada, quero deixar uma crítica a alguns críticos de Kristen Stewart. É verdade que no filme ela deu umas repetidas sucessivas nas expressões, que ficaram todas bem parecidas. Ri quando vi minha amiga Nicoly imitando as caras sempre iguais da Bella. Mas eu creio que um pouco disso foi pelo fato de o filme não permitir tantos detalhes, como obviamente, há no livro. De qualquer forma, gostei da atuação de Kristen e não imagino o papel de Bella caindo tão bem em outra pessoa. Ela é linda, meiguinha e toda miudinha, como deve ser a "verdadeira" Bella.

Comente com o Facebook:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...