Tudo fica mais fácil com ordem

Não raras as vezes, eu pego uma revista velha, num consultório ou numa recepção de restaurante, e folheio para ver o que tinha de interessante na época. Nesta semana, peguei uma Cláudia de outubro de 2008. É, não estava tão velha assim, mas a Kaline tinha só dois meses, e um monte de coisas mudou de lá pra cá. E o que me interessou mesmo foi um artigo que falava a respeito de como fazer o tempo render mais e como organizar as tarefas do dia. Alerta! Nada de se prender à rotina. Não é bacana ser perfeccionista em tudo, mas é mais agradável definir um ritmo para a nossa vida, o que garante eficiência nos compromissos e sucesso vitalício. Verdade mesmo. Quando as coisas são feitas em ordem, fica mais fácil priorizar o que de fato é prioridade e nossas noites são mais tranquilas. Experiência própria. Quando vejo meu dia render, meus sonhos são lindos. Caso contrário, durmo toda neurótica, achando que não prestei naquele dia.

Minha pianista

Esta é minha pianista sapequinha. Dá uma olhada!

Falsários gastam energia pensando em como roubar mas não em como trabalhar

Sempre que assisto a filmes com algum pilantra, como Prenda-me se for capaz, Os Vigaristas, 11 Homens e Um Segredo me pergunto o que faz os caras terem tanta disposição para maquinar planos de roubo, e não para ganhar dinheiro licitamente. Eles são inteligentes, não são? Essa inteligência poderia muito bem ser canalizada para atividades honestas que ocasionariam a obtenção de grana. Mas que graça teria, não é? Duvido que os filmes fariam tanto sucesso.

Os Hanson foram uma febre bem alta pra mim

Meu passado está enterrado. Mas resolvi hoje tirar umas coisinhas do fundo da terra e confessar um segredinho que quase ninguém sabe a respeito de minhas antigas preferências. Eu era fã dos Hanson. Lembra-se deles? Os três irmãos que cantavam MMMBop? Mas eu era fã mesmo, daquelas que não deixam uma parte da cor da parede aparecer de tanto pôster colado. Comecei a gostar deles em 1997 e minha paixão foi até o lançamento de This time Around em 2000, quando os maninhos vieram ao Brasil pela primeira vez. Foi por pouco tempo, mas como é de praxe entre as adolescentes, fiquei apaixonada, comecei a fantasiar sonhos de que me casaria com o Taylor... hahahaha! Encasquetei por mais uns dois anos, depois disso, dei uma crescida e parei de viajar.

Será que existe mesmo um Edward Cullen?

Coloquei esse título pra chamar a atenção das garotas viciadinhas na saga Crepúsculo, as quais, tenho certeza, estão encantadas com o vampirinho Edward Cullen. E também não fiz a pergunta no sentido literal. É óbvio que o próprio Edward Cullen não existe nem em outro mundo.

Sandra Bullock conseguiu mais crédito

Algumas lágrimas incontidas foi o que provocou em mim Sandra Bullock quando assisti ao trailer do seu novo filme Um Sonho Possível (The Blind Side). A atriz contou recentemente ao TNT, canal fechado de tevê, que o papel de mulher lutadora que adotou um menino de rua e o transformou em um filho incrível e no grande jogador de futebol americano, Michael Oher, foi um dos mais difíceis que ela já interpretou até hoje. Quem sabe por ela ser acostumada a fazer filmes de comédia romântica e aventura, não sei. Mas sei que, se a atriz já era renomadíssima como celebridade, agora a moça bateu o pé como uma das melhores atrizes da história do cinema. E a que mais faturou também. Olhe aqui uma descrição dos dólares que a atriz arrecadou com o drama. O Lado Cego foi o filme da vida dela, segundo críticos de cinema. Sandrinha me conquistou um pouco mais.

Um ano novo ou o mesmo de sempre?

É praticamente universal o papo que rola pelos blogs e sites mundo afora no início de cada ano. Afinal, ano novo é tempo de recobrar as esperanças, de fazer metas e de acreditar que tudo vai ser melhor. O que o novo ano espera de nós? E o que nós esperamos dele? Eu espero um monte de coisas, principalmente conseguir atingir pelos menos 50% dos meus objetivos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...