Tostar a pele é uma boa?

O calor está começando a pintar por aí. Lembrei-me de nosso amigo Alex, que ia para o sol empapado de margarina e sob o sol do meio-dia. Além de meio maluquinho, ele é um dos fanáticos pela pele morena que já estão correndo atrás de clínicas especializadas para deixar a corzinha da pele no ponto para o verão. Mas é bom esclarecer alguns pontos bem importantes sobre essa tostação de pele, principalmente quando ela é feita pelo método artificial.


Quando a pele escurece, é sinal que ela está reagindo contra as agressões dos raios ultravioletas, ou seja, é uma defesa do corpo. Então, por mais cuidado que se tome, a pele está sendo agredida quando exposta à radiação. Mas tudo bem, se formos deixar de fazer tudo para evitar o perigo, não fazemos mais nada. De qualquer forma, segundo os especialistas, o método natural ainda vale mais a pena, porque o sol estimula a produção de Vitamina D e cálcio.

Tá bom, tá bom, estou enrolando porque não queria assustar, mas apesar de muito dermatologista afirmar que os únicos perigos das camas de bronzeamento artificial são de envelhecimento precoce e da catarata, uma pesquisa feita pela OMS apontou que o bronzeamento artificial é tão cancerígeno quanto o cigarro. O excesso de sol também é perigoso, mas dez minutinhos na câmara de bronzeamento equivalem a, aproximadamente, uma hora de exposição ao sol sem filtro. Em virtude dos resultados dessa pesquisa, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) está cogitando proibir, em todo o país, as câmaras de bronzeamento artificial nos salões de beleza. E agora?

Fonte: Veja

Comente com o Facebook:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...